Oito cristãos são mortos em ataques muçulmanos

| 07/07/2010 - 00:00


A agência de notícias International Christian Concern (ICC) foi informada de que nesse final de semana, muçulmanos atacaram vilarejos cristãos e assassinaram no mínimo oito cristãos nos Estados de Kaduna e Plateau, no norte da Nigéria.

Na noite de 3 de julho, muitos muçulmanos atacaram o vilarejo Kizachi, no estado de Kaduna, e mataram cinco cristãos, incluindo uma professora primária, mãe de seis crianças. Os muçulmanos também incendiaram cinco casas cristãs.

Fontes afirmaram que a polícia deixou de proteger o vilarejo no dia 2 de julho, porque o governo não pagou seus salários.

Em um segundo ataque, na noite de 4 de julho, 4.200 muçulmanos armados com revólveres e machados invadiram a comunidade de Ganawuri. Teme-se que três cristãos foram mortos.

Um porta-voz da Força Tarefa Especial Nigeriana (STF), Kingsley Umoh, declarou que os criminosos eram das comunidades vizinhas, no estado de Kaduna.

De acordo com Umoh, a STF recebeu uma ligação anônima, e foram até o local. Um dos agressores foi ferido a bala, e seis foram presos.

Esse último incidente vem como consequência dos ataques de 7 de março contra os cristãos em Jos, em que 500 cristãos, maioria mulheres e crianças, foram mortos. Estima-se que outras centenas de cristãos tenham sido mortos no norte da Nigéria desde a imposição da sharia (lei islâmica) em 2001.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE