Cristãos chineses são libertos após 15 dias de detenção

As três mulheres detidas em 20 de setembro de 2010 (Liu Fulan, HuaCuiying e Li Yuxia) foram libertas após 15 dias de detençãoadministrativa. Li Yuxia e seus amigos tinham ido assistir ao julgamentode seu marido, Gao Jianli e de outro cristão chamado Liu Yunhua, noTribunal Popular Municipal Xuchang de Henan, província da China (saiba mais). Em seu caminho para casa, eles foram presos pela Secretaria de Segurança Pública Yucheng.
 
Em outra parte de Henan, na cidade de Nanyang, os dois pastoresestrangeiros e membros da igreja local presos com eles também foramliberados. Exceto uma senhora idosa, todos foram presos durante o dia doFestival de Outono em uma reunião da igreja não registrada no bairro deWancheng, cidade de Nanyang.

Os dois pastores presentes, um americano e outro russo, foram detidosjunto com seu tradutor. Um membro da igreja, Ma Hanzhong, foi espancadodurante a detenção.