Rebeldes incendeiam vilarejo cristão em Mindanao

| 15/02/2011 - 00:00


Extremistas muçulmanos incendiaram um povoado cristão próximo à cidade de Mlang (norte de Cotabato, Mindanao).  Até o momento, não há notícias de mortes, porém dezenas de pessoas tiveram de abandonar suas casas.

Fontes militares filipinas afirmam que o ataque é obra de Ameril Umbra Kato, um ex-líder da Frente de Libertação Islâmica Moro (MILF, sigla em inglês), que recentemente montou sua própria milícia para continuar lutando por um Estado islâmico em Mindanao.

O porta-voz da MILF, Eid Kabalu, declarou que a Frente não tem ligações com o incidente.
"Nós não estamos envolvidos. Trata-se de um longo conflito entre muçulmanos e grupos cristãos locais", disse Kabalu.

Enquanto isso, a MILF e o governo iniciaram, dia 10 de fevereiro, uma nova série de negociações, em Kuala Lumpur (Malásia).

Os especialistas apontam que a divisão dentro do MILF enfraqueceu os líderes do grupo, que estão abertos ao diálogo. Muitos temem novos confrontos entre rebeldes muçulmanos e os militares filipinos.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE