Conheça e ore sobre a situação atual do Irã

Segundo fontes, muitos cristãos detidos na onda de prisões no Irã iniciada em 26 de dezembro de 2010 já foram libertados sob fiança. Dentre eles, seis que haviam sido detidos em Teerã e quatro que tinham sido detidos em Isfahan, incluindo o pastor Leonard Keshishian da Igreja Assembleia de Deus.

Segundo os cristãos, eles foram obrigados a passar longos períodos em confinamento solitário e além de serem submetido a longos interrogatórios.

Também houve a libertação do pastor Behrouz Sadegh-Khandjani, detido em Shiraz em 16 de junho de 2010. Ele foi solto sob fiança dia 15 de fevereiro, após uma audiência no dia 06 do mesmo mês.

O juiz o ouviu e a outros quatro cristãos ex-muçulmanos acusados de atividade anti-Estado. Nenhum veredicto foi dado e uma nova audiência está prevista para abril. Desses quatro ex-muçulmanos, dois haviam sido detidos juntamente com o pastor Behrouz em janeiro de 2010. Os outros foram presos em fevereiro de 2010, mas libertados sob fiança.

Mais de 30 cristãos, a maioria de origem muçulmana, ainda estão detidos em diferentes cidades incluindo a Teerã, Mashhad, Karaj, Shiraz, Ahvaz, Rasht, Hamedan e Arak.

O recurso pedido pelo pastor Youcef Nadarkhani ao Supremo Tribunal após a sua condenação à morte por apostasia ainda continua sem notícias.

Pedidos de oração