Cristãos indianos marcham por libertação de Asia Bibi na fronteira com

| 22/02/2011 - 00:00


Centenas de ativistas da Frente Cristã Punjab (PCP) realizaram uma greve de fome e protestos na fronteira indo-paquistanesa, na cidade de Attari, manifestando-se contra a pena de morte decretada para Asia Bibi, a cristã paquistanesa acusada de blasfêmia.

Os membros da PCP pedem ao governo que retire a sentença e à comunidade internacional que exerça pressão sobre o Paquistão para abolir a lei.

O presidente da Frente, Lawarance Chaudhary, entregou um memorando às autoridades locais, para ser enviado à Alta Comissão do Paquistão. O documento convida o presidente e o ministro da Justiça do país a reconsiderar a situação de Asia Bibi, que foi acusada e condenada devido à pressão de poderosos líderes locais.

O bispo P.K. Samantaroy, da Diocese de Amritsar, pediu a abolição da lei de blasfêmia. O prelado disse à agência AsiaNews: "A lei da blasfêmia é usada de forma metódica para resolver questões pessoais e outros assuntos. Nós, da Igreja do Norte da Índia, lançamos uma  campanha para que esta infame lei de blasfêmia seja erradicada. É por isso que participamos das manifestação de Attari."

“Temos pedido a várias instituições cristãs em todo o mundo para fazer a campanha por Asia Bibi e pressionar o governo paquistanês sobre a Lei”, acrescenta o bispo.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE