Líbia: um novo Iraque?

| 25/03/2011 - 00:00


Uma manifestação da Aliança Evangélica nos últimos dias demonstra a preocupação com a situação da Líbia, que tem passado por diversos conflitos. Em comunicado, a Aliança Evangélica advertiu que a expansão do conflito se torne em um "novo Iraque", com a possível ocupação com tropas terrestres na Líbia.

O diretor-geral da Aliança Evangélica, Steve Clifford, afirma reconhecer que há muitas atitudes diferentes para com conflitos entre cristãos, mas uma guerra é sempre lamentável e deve ser encarada como um último recurso.

"Também reconhecemos que a resolução do Conselho de Segurança da ONU de 1973, dos quais a Grã-Bretanha é signatária, foi feita para restaurar a paz internacional com auxilio militar".

A Aliança também manifestou preocupação com o custo das operações militares no momento em que o Ministério britânico da Defesa teve o orçamento cortado em 8% e estes têm sido feitos para outros serviços públicos.

Em um discurso de três minutos, transmitido pela televisão estatal, Gaddafi prometeu lutar até o fim contra a coalizão internacional. Ele descreveu a ação militar da coligação internacional como "uma batalha dos países contra o Islã".

Gaddafi disse que o Islã está em toda parte. "Todos os exércitos islâmicos devem tomar parte na batalha, todaslivres devem tomar parte na batalha. Nós seremos vitoriosos no final", afirmou ele.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE