Igreja sofre dois ataques a bomba em menos de um ano

Militantes muçulmanos novamente atacaram a Igreja Luterana Sarhadi, na cidade de Mardan, na província de Khyberpakhtunkhwa, região conhecida por seu extremismo islâmico.

O primeiro ataque aconteceu na segunda-feira, dia 13 de setembro de 2010. O segundo aconteceu no sábado, 9 de abril de 2011, quando colocaram uma bomba no templo. O pastor Ghulam Shad, pastor da igreja que foi alvo de ataques, disse que a explosão vinda de um aparato com relógio, “pôde ser ouvida em toda a cidade de Mardan”.

Ele acrescentou que um portão de ferro na entrada principal da igreja foi aberto devido à intensidade da bomba, e a onda de destruição provocada pelo dispositivo despedaçou as janelas das igrejas.

O pastor declarou que as salas internas da igreja também tiveram suas janelas e portas despedaçadas.

“A Polícia de Saddr isolou a área com um contingente de mais de 50 policiais, e ainda que a mídia tenha noticiado que colaboradores teriam visitado a igreja para nos ajudar, a verdade é que ninguém apareceu.”

O pastor Shad disse que ele é “grato a Deus que ninguém da igreja tenha sido ferido ou morto na grande explosão”.