Líderes de igrejas domésticas são presos

| 31/08/2011 - 00:00


Quinze líderes de igrejas domésticas de regiões remotas da China foram detidos, enquanto a polícia local tentava extorquir dinheiro de suas famílias para a libertação deles.

No final de julho, a polícia local, juntamente com oficiais do Departamento de Segurança e Proteção Doméstica, prendeu mais de 20 líderes de igreja que se reuniram em Wuhai para planejar as atividades de verão da igreja.

Eles confiscaram todas as bíblias que estavam no local e depois levaram todos para a polícia em seus veículos de transporte.

Vinte e um detentos foram, posteriormente, detidos criminalmente, sob acusação de “usar a organização de um culto que estaria minando a aplicação da lei nacional”, mas a polícia não notificou ainda as famílias, nem forneceu a documentação necessária para mantê-los presos.

Antes de ser transferidos para a prisão de Wuhai, o centro de segurança percebeu que seis deles estavam com a saúde muito debilitada e os libertou. Os outros 15 líderes ficaram presos por 2 semanas, antes de a Segurança Pública notificar suas famílias sobre as prisões.

As famílias se uniram e pagaram as fianças para que eles fossem liberados. No entanto, mesmo após o dinheiro ser entregue, no escritório do promotor, os 15 líderes permaneceram detidos, sob ameaça de trabalho forçado e repressão criminal.

Bob Fu, fundador e presidente da ChinaAid, condenou a decisão das autoridades locais chinesas e aconselhou-os a libertar imediatamente os 15 cristãos inocentes. “Como a bíblia diz, ‘é difícil você chutar os seus grilhões’”, disse Fu, repetindo as palavras de Cristo a Saulo, o fariseu, quando ainda estava perseguindo a igreja, antes de se converter e mudar de vida, na estrada de Damasco. “A igreja não vai recuar diante da perseguição. Na verdade, ela vai crescer mais e ficar mais forte a cada dia que passa.”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE