Aiatolá convida líderes cristãos para debate

Após todas as advertências e as preocupações dos funcionários do governo iraniano quanto ao crescimento progressivo do cristianismo no país, especialmente nas igrejas domésticas do Irã, o aiatolá Sobhani convidou os líderes para um debate.

Segundo a agência iraniana Mohabat Christian News, a agência oficial de notícias, ISNA, informou que o aiatolá Sobhani comentou recentemente, em uma de suas aulas de interpretação do Alcorão, no Seminário Hojatieh de Qom: “Se os cristãos estão prontos, também estamos prontos para conversar com eles.”

O aiatolá Sobhani é uma das principais fontes de orientação e referência, o mesmo que recentemente alertou sobre o rápido crescimento do cristianismo entre os jovens iranianos e disse que 600 pessoas na cidade de Neishaboor se converteram também.

Sobhani não mencionou como nem onde esses debates iriam ocorrer e quais grupos de cristãos poderiam participar. O líder xiita afirmou que os cristãos têm escrito livros sobre Imam Ali, primeiro líder dos xiitas. No entanto, ele não mencionou qualquer nome de livro e não disse onde esses livros estavam sendo publicados.

Antes disso, em março de 2011, o site “Alef”, afiliado ao governo islâmico, havia publicado um artigo, dizendo que um iraniano – que mora no Canadá e alega ser professor na Universidade de Caleton – convidou cristãos iranianos para um debate na televisão estatal do Irã. Ele disse que essa proposta foi uma maneira de lidar com o crescimento do cristianismo no Irã.

Nesse artigo, esse professor teria usado palavras negativas para descrever o crescimento do cristianismo, como “sedição” e “calamidade”. Algumas soluções foram propostas por ele, como convidar os líderes cristãos para discutir a legitimidade do cristianismo. O professor iraniano no Canadá também afirmou que o governo islâmico do país pode se livrar do cristianismo em uma semana, se quiser.