Julgamento do cristão turco espancado foi adiado

| 30/03/2004 - 00:00


Uma corte criminal do noroeste da Turquia adiou a audiência de julgamento dos ultranacionalistas acusados de ferirem gravemente um turco convertido ao cristianismo, marcando a nova data para 18 de junho de 2005. Numa apressada audiência de quinze minutos, o juiz da Corte Criminal de Orhangazi confirmou que haviam sido feitos os testes físicos e psicológicos em Yakup Cindilli por peritos médicos oficiais, como foi ordenado na última audiência em 12 de fevereiro.

De acordo com os resultados forenses, a única forma de determinar se Yakup vai se recuperar completamente de seus ferimentos, é aguardar outros quinze meses e fazer outro exame.
Consequentemente, o juiz ordenou uma segunda bateria de exames para Yakup durante o mês de maio de 2005. Os prognósticos médicos deverão ser relatados na próxima audiência.

Yakup, 32 anos, foi espancado e gravemente ferido num ataque sofrido há cinco meses, supostamente dirigido pelo presidente local do Partido do Movimento Nacionalista (PMN) em Orhangazi, uma cidade cerca de cinqüenta quilômetros ao norte de Bursa. De acordo com os jornais locais, seus agressores acusaram o cristão turco de distribuir Novos Testamentos e fazer propaganda missionária em sua cidade natal.

Após dois meses em coma sob intensivo cuidado hospitalar, Yakup saiu da inconsciência e foi mandado para casa para recuperar-se no início de dezembro.

Enquanto isso seus agressores, inicialmente presos sob a acusação de agressão e lesão corporal, foram soltos um mês depois e os últimos dois, após três meses.

A condição física de Yakup melhorou claramente desde sua primeira aparição no tribunal há seis meses. Desta vez ele conseguiu andar sem ajuda e ficar em pé sozinho, apesar do braço e o ombro direito ainda estarem parcialmente paralisados, disse sua irmã ao tribunal.

Quanto ao aspecto mental, ele reconhece a família e amigos, apesar de às vezes lembrar-se de certas coisas e em outro momento não conseguir. Exceto quando foi indagado pelo juiz se estava ficando melhor, o jovem manteve a cabeça baixa, piscando com freqüência.

Yakup permaneceu calmo durante a espera de uma hora no saguão do tribunal antes do início da audiência, sem irromper em altas risadas como fizera várias vezes durante a audiência de fevereiro. Mas de acordo com um de seus parentes, ele continua passando por variações emocionais, às vezes ficando irritado demais ou, no extremo oposto, tão distraído com algo que ele não pode se controlar.

De família muçulmana religiosamente conservadora, Yakup converteu-se ao cristianismo há dois anos depois de entrar em contato com um programa cristão por telefone.

No início da última audiência, o juiz resumiu um pedido por escrito de intervenção apresentado por Ismail Kulakcioglu, pastor da Igreja Protestante de Bursa. Na petição, Ismail declarou que pessoas como Yakup que freqüentavam sua igreja foram submetidas várias vezes a agressões semelhantes, ameaças e insultos.

Os nossos outros membros receiam que, a exemplo de Yakup, eles possam a qualquer momento sofrer um ataque desses, afirmou a petição.
Mas os advogados de defesa rejeitaram imediatamente as insinuações de que os ferimentos de Yakup eram de fato uma ameaça à vida, e o promotor recomendou que o pedido de intervenção da igreja fosse rejeitado.

Concordando com a recomendação do promotor de rejeitar a intervenção, o juiz declarou que a causa não tinha nada a ver com assunto religioso, mas envolvia somente uma questão pessoal entre Yakup e os agressores acusados.

Durante a audiência de 14 de janeiro, os advogados de defesa do acusado apresentaram três testemunhas locais que declararam que Yakup estava distribuindo Novos Testamentos na cidade.
De acordo com as leis seculares da Turquia, materiais religiosos legalmente impressos que não contenham evidentes motivos políticos, podem ser vendidos ou distribuídos livremente no país.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE