Novo cenário pode afetar a vida dos norte-coreanos

| 24/04/2017 - 00:00


24-coreia-do-norte-mulher-carregand-carrinho

Recentemente, a ONU pediu ajuda humanitária para os cidadãos norte-coreanos que estão sofrendo com a atual situação no país. De acordo com alguns veículos de comunicação internacionais, o Conselho de Direitos Humanos da ONU adotou uma resolução que vai investigar e registrar as violações ocorridas na Coreia do Norte para futuros julgamentos. A nação lidera a Lista Mundial da Perseguição há 15 anos, onde os cristãos não possuem nenhum tipo de liberdade, sendo submetidos à prisão, tortura e morte por causa da fé em Jesus.

“Apesar do apelo anual da ONU para fornecer ajuda humanitária ser algo bem comum”, como disse um dos colaboradores da Portas Abertas, agora há um novo cenário que pode afetar a vida dos norte-coreanos e eles podem precisar ainda mais de ajuda. As provocações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte podem desencadear uma guerra mais violenta, de acordo com a opinião do presidente da China, Xi Jinping, e de outros líderes.

Milhares de norte-coreanos já enfrentam a desnutrição crônica, muitos vivem abaixo da linha da pobreza e enfrentam o desemprego. Fora isso, todos os que seguem o cristianismo carregam uma carga mais pesada, já que são obrigados a praticar a crença em segredo. A perseguição aos cristãos já assumiu várias formas e tem convivido com a vigilância constante do governo. Sabe-se que a intenção de Kim Jong-un é exterminar com todas as religiões no país para manter o “culto à família Kim”. Ore pela igreja na Coreia do Norte.

Leia também
Liberdade religiosa na Coreia do Norte
Como é ser cristão na Coreia do Norte


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE