Onde seguir a Cristo pode custar o emprego e a vida

| 06/08/2015 - 00:00


Os governantes do país querem extinguir todos os grupos considerados perigosos, entre eles, os cristãos. A atividade religiosa não registrada é ilegal e igrejas não registradas são delatadas por informantes e enfrentam ameaças, prisões e multas. O islã faz parte da cultura turcomena, e os ex-muçulmanos convertidos são pressionados para voltar ao islamismo.

Os líderes de igreja são os que enfrentam maior perseguição por parte do governo e das famílias de ex-muçulmanos convertidos.

Faizullah* é membro de uma igreja local em uma das cidades do Turquemenistão. Durante o mês de julho, ele foi chamado várias vezes para visitar a delegacia de polícia, onde foi interrogado a respeito de sua fé e atividades religiosas em sua casa.

De acordo com a fonte interna no país, na semana passada, Faizullah foi condenado a pagar multa (de aproximadamente US$ 300) por sua ‘suposta’ atividade religiosa ilegal. Por favor, orem para Faizullah e sua família em particular, e pela igreja no Turquemenistão, em geral, como a situação se agravou para a igreja cristã durante o último mês.

*Nome alterado por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE