Pastor mais antigo e ativo na Síria morre de COVID-19

Ele estava internado e tinha acabado de perder a esposa pela mesma doença

Hoje, 2 de dezembro, o pastor Habib Khalouf faleceu por COVID-19 na Síria. Habib, de 87 anos, era o líder cristão mais velho do país ainda em atividade. A Portas Abertas noticiou o falecimento de Najat Yazji, esposa de Khalouf, enquanto ela realizava tratamentos contra o coronavírus. Ele estava internado há mais de dez dias e faleceu com o agravamento da infecção. 

Khalouf era pastor da Igreja do Nazareno de Latakaia e o líder cristão mais velho que ainda pregava no país. Quando ele ficou doente, o conselho da Igreja anunciou o cancelamento dos cultos, que estavam previstos para retornarem agora em dezembro. O pastor também era ativo nos Centros de Esperança do país, dando apoio aos cristãos locais e colaborando com a distribuição de alimentos e remédios.

A perseguição aos cristãos no país é intensa e, por isso, a Síria ocupa a 11ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2020. Os jihadistas realizam ataques violentos, perseguições e pressionam os seguidores de Cristo a abandonarem a fé. A pressão aos cristãos é tanta que muitos deles deixam o território para fugir dos extremistas, mas o pastor Khalouf se manteve firme na região representando Cristo e fazendo o reino de Deus crescer.

Pedidos de oração