Polícia egípcia será questionada pelo governo

| 08/04/2016 - 00:00


8-egito-reuterss

O presidente do Egito, Abdel-Fattah al-Sissi, prometeu tomar medidas legislativas contra policiais acusados ??de abusar dos direitos humanos, de acordo com informações da BBC News, que tem noticiado vários incidentes recentes, destacando a brutalidade da polícia egípcia. Muitos ocorridos geraram protestos e manifestações populares. ""Só o fato de o governo sinalizar que tem intenção de resolver este problema já é um bom sinal. Da forma que está, corremos um grande risco de que as minorias sejam agredidas sem um contexto legal que justifique a violência. Se houver um cumprimento maior das leis de direitos humanos os cristãos serão os primeiros a serem beneficiados"", comenta um dos analistas de perseguição.

O analista também apontou para a morte do cristão copta Boutros-Ghali, de 93 anos, um ex-chanceler egípcio que fazia parte da minoria cristã no país. Ele foi o sexto secretário geral das Nações Unidas, de 1992 a 1996 e acompanhou importantes processos de paz. ""Sua morte nos faz refletir sobre a realidade no Egito. Aqui há cristãos influentes como Boutros um dia já foi. Há uma igreja que ora e uma juventude cristã que sai corajosamente nas ruas para pregar o evangelho. Não é a violência policial que fará com que a igreja recue"", diz ele.

O Egito está entre os 50 países da Classificação da Perseguição Religiosa atual e ocupa a 22ª posição, onde mora a metade dos cristãos do Oriente Médio. ""As coisas já não eram fáceis quando Murabak era o presidente, mas quando ele deixou o cargo, em 2011, o país teve a sensação de sair de uma frigideira para ir direto para o fogo e por razões desconhecidas por nós, Deus permitiu que a irmandade muçulmana e todos os seus grupos radicais islâmicos filiados, assumissem o país. O Egito caiu nas mãos de políticos ainda piores que os anteriores. Tínhamos medo do Estado, agora temos medo dos muçulmanos radicais"", comentou um cristão egípcio. Ore por essa nação.

Leia também
A lei do forte contra o fraco
Policiais egípcios estão cada vez mais violentos
Cristãos egípcios são ousados e destemidos na evangelização


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE