Portas Abertas é homenageada na Câmara Municipal de Itu

Diploma Daniel Berg foi concedido em reconhecimento pelo trabalho prestado aos cristãos perseguidos

| 23/10/2018 - 00:00

Nossa gratidão a Deus e aos parceiros, que fazem nosso trabalho possível

Nossa gratidão a Deus e aos parceiros, que fazem nosso trabalho possível


Na noite de ontem (22 de outubro), a Portas Abertas foi homenageada na Câmara Municipal de Itu/SP. A homenagem faz parte de um projeto de um grupo de pastores da cidade que criou o Diploma Pastor Daniel Berg, outorgado a entidades missionárias por seu serviço ao Reino. 

Durante o evento, o secretário-geral da Portas Abertas, Marco Cruz, lembrou a trajetória de mais de 60 anos de trabalho da organização em favor dos cristãos perseguidos. A Portas Abertas foi fundada em 1955 pelo Irmão André, na Holanda. Mais tarde ele seria conhecido como “o contrabandista de Deus”, por seu ministério de levar Bíblias a lugares onde não há acesso à palavra de Deus. Hoje ele está com 90 anos e sua vida é um presente para a Igreja Perseguida até os dias atuais.

Irmão André ainda demonstra grande vigor espiritual e continua acompanhando o trabalho feito com os cristãos perseguidos ao redor do mundo. Seus livros são de grande inspiração para todos os que desejam se envolver com a causa da Igreja Perseguida, entre eles O Contrabandista de Deus, Cristãos Secretos e Êxodo, face a face com Deus. Ao receber essa homenagem, podemos nos lembrar da frase do Irmão André: "A questão não é ‘que diferença o nosso trabalho fez?’, mas ‘quão diferente seria hoje se não tivéssemos feito o nosso trabalho?’".

Missão só é realizada com o envolvimento dos parceiros

Marco Cruz ressaltou também os 40 anos da Portas Abertas no Brasil, conscientizando a igreja brasileira da importância da oração, apoio e engajamento com a Igreja Perseguida. "É com muita honra que recebemos essa homenagem e lembramos que é por meio dessa igreja livre de perseguição que conseguimos cumprir nossa missão de apoiar os cristãos perseguidos nos mais de 60 países em que atuamos", agradece Marco. Para ele, o diploma e a medalha Daniel Berg estão sendo entregues a esses cristãos e a todos os nossos parceiros que participam e atuam conosco nessa missão. 

Para o vereador José Galvão, membro da comissão da Medalha Daniel Berg, a Portas Abertas leva a igreja brasileira a ter contato com a realidade do cristão perseguido que, por viver o evangelho, enfrenta a morte todos os dias. "A importância do trabalho da Portas Abertas é que nos faz perceber o quanto somos um só corpo e precisamos sofrer com os que sofrem", destacou o vereador.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE