Promessas vazias

| 23/07/2015 - 00:00


A Comissão Nacional de Direitos Humanos da Indonésia (Komnas HAM), afirmou em seu relatório trimestral, que o número de violações da liberdade religiosa permanece em um nível bastante elevado.

Daniel, analista da Portas Abertas, explica: “A notícia não surpreende, já que muitas igrejas estão sendo fechadas e os ataques contra os cristãos continuam aumentando a cada dia. A Comissão mencionou essa realidade e destacou as dificuldades enfrentadas entre os ahmadis (movimento religioso muçulmano) e os xiitas, na província de Aceh”.

Segundo o analista, o tom do governo mudou e o vice-presidente elogiou publicamente a Indonésia por sua tolerância sem precedentes. “Mas a realidade é outra. No mesmo dia, um membro do Departamento Jurídico Policial, disse que a polícia tem medo de reprimir os ataques aos religiosos, devido à falta de apoio oficial das autoridades”, comenta Daniel.

“Isto significa que, mesmo que o número de extremistas não esteja crescendo, não é de admirar que eles estejam ficando mais ousados, já que não têm nada a temer. E assim, a situação fica ainda mais perigosa para as minorias religiosas, em especial, para os cristãos”, finaliza.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE