Protestos violentos após assassinato em Sokoto, Nigéria

Manifestantes pedem liberdade dos suspeitos de assassinarem a jovem cristã Deborah

| 17/05/2022 - 16:30

Os pais de Deborah, jovem que foi assassinada por causa de mensagem de Whatsapp que falava de Jesus (foto: redes sociais)

Os pais de Deborah, jovem que foi assassinada por causa de mensagem de Whatsapp que falava de Jesus (foto: redes sociais)


A jovem cristã Deborah Samuel Yakubu foi enterrada em uma vila no estado de Níger, Noroeste da Nigéria. Ela enviou no grupo de WhatsApp dos estudantes da Universidade Shehu Shagari, na última sexta-feira, uma mensagem entendida como blasfêmia por alguns colegas e por isso foi assassinada no dia 13 de maio.

A família ficou abalada com a situação, mas irmãos têm a encorajado a confiar em Cristo e encontrar consolo eterno, apesar das aflições. No vídeo abaixo é mostrada a visita de um parceiro da Portas Abertas à família de Deborah na cidade de Sokoto, Nigéria.




No sábado, 14 de maio, pessoas armadas com facões e pedaços de pau na cidade de Sokoto, Nigéria, exigiram a liberdade dos dois suspeitos presos pela polícia. Segundo o site de notícias BBC, elas queimaram pneus, saquearam e incendiaram lojas. A polícia precisou jogar bombas de gás lacrimogêneo para conter o grupo.

Investiga-se a relação do grupo com atos de vandalismo em duas igrejas. Na avenida Ahmadu Bello, importante estrada da Nigéria, uma igreja cristã teve seus vidros quebrados e portas e automóveis vandalizados. Em Gidan Dare, outra igreja teve materiais destruídos e lojas no entorno vandalizadas.

Investigação em Sokoto
 

A cidade esteve no limite de uma insurreição de violência religiosa com notícias falsas circulando rapidamente nas redes sociais. “O presidente Muhammadu Buhari condenou com veemência as atitudes da multidão em Sokoto. Nenhuma pessoa tem o direito de cumprir a lei com as próprias mãos. Violência não resolverá problema algum”, disse o porta-voz do presidente. O presidente também iniciou uma investigação sobre o caso.

Agora há mais clareza sobre o conteúdo da mensagem de áudio que levou ao ataque e acabou com a vida de Deborah: “Este grupo não foi criado para vocês enviarem bobagens. É para dúvidas, avisos sobre provas e outros assuntos relacionados aos estudos. Não essa bobagem sobre outro profeta”.

A Portas Abertas continua acompanhando a situação e pede aos parceiros que permaneçam em oração por essa situação.

Domingo da Igreja Perseguida (DIP)

No dia 12 de junho, mais de 13 mil igrejas no Brasil realizarão o DIP. Nesse dia, todos se reúnem em oração pela Igreja Perseguida. Este ano, com tema “A Igreja sob ataque”, o foco de oração do DIP será Nigéria e Oeste Africano, região que tem vivido ataques recorrentes. Cadastre sua igreja e participe.

Pedidos de oração

  • Ore para que o Espírito Santo console os pais e outros familiares de Deborah. Que eles possam perceber a presença e cuidado do Senhor e tenham todas as necessidades emocionais e espirituais supridas. 
  • Peça que Deus retenha as falsas notícias, a ira e violência que têm sido disseminadas nos últimos dias para que o país, e em especial, Sokoto fique em paz em breve. 
  • Clame ao Senhor para que os líderes cristãos tenham discernimento e prudência ao falarem e se posicionarem quanto à fé em Jesus nesse contexto de pressão intensa.




Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE