Retiro para a igreja síria tem profundo impacto sobre as famílias

O treinamento foi focado em casais cristãos ex-muçulmanos e explorou temas abrangentes, como a resolução de conflitos e a criação dos filhos. Participantes saíram renovados e mais confiantes

| 29/04/2019 - 12:00

Na Síria, casais cristão ex-muçulmanos recebem treinamento sobre relacionamento familiar

Na Síria, casais cristão ex-muçulmanos recebem treinamento sobre relacionamento familiar


Foram três dias de treinamento que, realmente, parecem ter feito uma enorme diferença para os cristãos ex-muçulmanos que vivem na Síria. Homens e mulheres aprenderam sobre tópicos como casamento, comunicação e criação de filhos do ponto de vista bíblico. “Nós tínhamos problemas em perdoar um ao outro. Isso mudou”, disse a participante Darine, com o rosto brilhando de alegria. “Depois do primeiro dia de treinamento, um milagre aconteceu: meu marido veio até mim e pediu perdão pela primeira vez em 20 anos de casamento”.

Darine é uma das cristãs sírias de origem drusa de um grupo de mais de 45 que participou do treinamento. Seu marido, Sleiman, sentou-se ao lado dela e acenou para confirmar suas palavras. Ela era a mais falante dos dois: “Eu o perdoei. Espero que nos tornemos mais comunicativos e românticos um com o outro”. Sleiman acrescentou: “Este treinamento afeta diferentes níveis de nossa família: testemunhamos o desenvolvimento pessoal, o desenvolvimento como um casal, e temos certeza de que ele nos ajudará em nosso relacionamento com nossos filhos também”.

Como o retiro foi para a igreja como um todo, alguns adolescentes também vieram com seus pais. Surpreendentemente, os jovens sírios se mostraram tão interessados quanto os adultos para o futuro, mas também para o presente. O ensino não compartilhou apenas sobre casamento, mas também sobre comunicação em geral.

Falou-se sobre como tratar os filhos, mas também como as crianças podem se relacionar com seus pais, apresentando dicas para resoluções de conflitos e melhoria em relacionamentos de forma geral. “Seja amigo de seus filhos, invista tempo neles, tenha atividades com eles e aceite quem eles são. Não force a fé neles. Ore por eles diariamente. Ame-os incondicionalmente”, ensinou o palestrante.

 Assuntos delicados referentes à vida familiar

O pastor não hesitou em tratar questões que são pouco faladas no Oriente Médio, como a posição das mulheres na família, por exemplo. “Sim, Eva foi criada como a ajudante de Adão, mas isso não significa que ela vale menos. A Bíblia diz que Deus é um ajudante e, com certeza, isso não significa que ele é menor do que nós”.

O pastor também tocou no assunto sensível da sexualidade e ensinou sobre a bênção do casamento como plano de Deus para o ser humano. “O casamento é o lugar onde podemos crescer na fé, onde podemos nos aproximar de Deus. No casamento, aprendemos a amar, a ouvir, a respeitar, a ajudar, a dar, a perdoar e a não ser egoísta”.

Por último, o pastor também falou que “tornar-se cristão é uma bênção, mas desviar-se do islamismo ou da religião drusa para Cristo também significa correr risco”, lembrando os irmãos locais de que a Síria é um campo aberto à perseguição religiosa. O país ocupa a 11ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019, sendo a opressão islâmica o  principal tipo de perseguição a cristãos no país. Atualmente,  a Síria continua envolta em uma nuvem de guerra civil que já dura oito anos e soma mais mortes a cada dia.

Pedidos de oração

  • Peça pelos cristãos da Síria e por proteção das famílias, para que haja uma verdadeira mudança no país.
  • Ore para que os cristãos continuem recebendo treinamentos, além de ajuda material e espiritual e, assim, sejam encorajados.
  • Clame para que a guerra civil na Síria chegue ao fim e que venha um novo tempo para os sírios.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE