Retrato da perseguição religiosa no Vietnã

| 15/02/2004 - 00:00

Cristãos do Vietnã são presos por serem membros ativos da igreja

Cristãos do Vietnã são presos por serem membros ativos da igreja


Cristãos sofrem maus tratos na prisão por causa da fé. Apesar de várias negativas do governo vietnamita de que não existe perseguição religiosa no país, cada vez mais cristãos tribais estão indo para a cadeia em razão de sua fé.

Vinte e um homens da tribo do planalto central foram encarcerados pelas autoridades locais. O pastor, contato de Portas Abertas na área, disse que todos os homens foram presos por serem membros ativos da igreja.

Daniel*, um evangelista, informou que uma ou duas vezes por ano, por volta da época do Natal, a polícia local visita os vilarejos da região. Eles entregam alguns documentos aos cristãos, nos quais fica comprovada a fé em Jesus Cristo, por parte de quem os assina. Quem preenche a documentação é levado para a cadeia sem direito algum. Uma vez na penitenciária, os cristãos são forçados a negar a fé em Cristo. Quem nega, é solto imediatamente.

Os prisioneiros têm permissão para receber visitas de vez em quando. Quando os parentes dos presos chegam na penitenciária, a policia tenta encorajá-los a fazer com que eles estimulem os presos a renunciar a fé. Os que, mesmo assim, continuam firmes em sua posição são transferidos para a penitenciária do distrito ou para um campo de trabalhos forçados. Esses maus tratos às vezes fazem com que os cristãos desistam da fé. Dessa forma eles são mandados para casa. Mas assim chegam em seus vilarejos, eles voltam a freqüentar suas igrejas e continuam suas atividades.

O próprio Daniel ficou preso durante cinco meses. Ele tem agora várias pessoas morando com sua família em sua casa devido à perseguição que estão enfrentando.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE