Retrospectiva 2019: novas leis aprovadas têm impacto na vida dos cristãos

Algumas são boas, outras representam mais desafios aos seguidores de Jesus

| 29/12/2019 - 07:00

Sudaneses ganham direito de ir à igreja aos domingos

Sudaneses ganham direito de ir à igreja aos domingos


A Portas Abertas traz à memória notícias da Igreja Perseguida que trazem esperança. Cristãos de diferentes países do mundo intercederam por irmãos e irmãs para que resistissem à perseguição e se mantivessem firmes em Cristo. Algumas decisões governamentais pareceram não favorecer os cristãos, outras soaram como grandes bênçãos. Mas em todos os momentos a certeza é que o nome de Deus continua sendo anunciado e que ele pode transformar qualquer situação em bênção. Relembre alguns fatos que foram motivos de oração e incentivaram a criação de projetos para apoiar os cristãos envolvidos.

Perseguição do governo aumenta na Índia

Desde que o partido Bharatiya Janata (BJP) chegou ao poder na figura do primeiro–ministro Narendra Modi, o cerco se fechou contra os cristãos. Porque para ser cidadão indiano, deve-se professar a fé hinduísta. Além de enfrentarem ataques de grupos extremistas pró-governo, os seguidores de Jesus foram proibidos de se reunir em prédios específicos para adoração, e tiveram os cultos domésticos monitorados e também barrados.

Nova lei promete mais liberdade aos cristãos no Laos

Um decreto aprovado recentemente pelo governo do Laos indica que os cristãos do país estarão mais protegidos quando o assunto for intolerância religiosa. Um líder cristão da região norte participou de uma reunião com as autoridades para entender como as novas ações funcionarão na prática. Muitos vilarejos desconhecem as novas decisões governamentais e mantém a cultura de perseguição aos cristãos.

Cristãos ganham direito de ir à igreja aos domingos no Sudão

No dia 11 de novembro, as instituições públicas do país foram instruídas a liberarem os funcionários não muçulmanos para realizarem ritos e cerimônias religiosas. As escolas e universidades foram proibidas de darem provas nos dias 25 de dezembro e 7 de janeiro (Natal copta). Aos domingos, os trabalhadores poderão deixar os afazeres às 10h da manhã para irem à igreja.

Nova Constituição pode aumentar perseguição aos cristãos em Gâmbia

Os líderes cristãos do país estão preocupados com a brecha da nova lei, já que não está claro se o Estado será secular e soberano. Sem as informações, não há como garantir a liberdade religiosa e igualdade entre a população, independentemente da crença e etnia. Apesar de garantir o direito de livre imprensa, acesso à informação pública e limitação do poder presidencial, há risco de imposição de leis muçulmanas, como reconhecimento oficial. Hoje, 90% dos gambianos são muçulmanos e 9% cristãos.

Ainda dá tempo de ser bênção para a Igreja Perseguida

Ainda é possível colocar seu amor em ação em 2019, seja doando Bíblias a cristãos secretos, apresentando o evangelho a cristãos no Afeganistão, levando esperança para crianças na Síria, fortalecendo cristãos ex-muçulmanos ou ainda presenteando pastores com bicicletas em Bangladesh. Tudo isso por meio da nossa campanha especial Presentes de Esperança.



Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE