Rohingyas: acordo de repatriação entre Bangladesh e Mianmar

Acordo prevê que cerca de 20% dos 740 mil refugiados sejam repatriados no período de 2 anos

| 18/01/2018 - 00:00

Mais de 740 mil rohingyas, de maioria muçulmana, fugiram do Estado de Rakhine, em Mianmar, para Bangladesh

Mais de 740 mil rohingyas, de maioria muçulmana, fugiram do Estado de Rakhine, em Mianmar, para Bangladesh


Mais de 740 mil rohingyas, de maioria muçulmana, fugiram do Estado de Rakhine, em Mianmar, para Bangladesh. A evasão começou em 25 de agosto de 2017, quando militantes rohingy atacaram dezenas de postos policiais, gerando uma resposta do Exército, que teria incendiado vilarejos e matado civis, como divulgamos na época. Agora Mianmar concordou em aceitar de volta 1,5 mil rohingyas por semana durante dois anos - o que daria cerca de 150 mil repatriados ao fim do período.

O secretário de Relações Exteriores de Mianmar, U Myint Thu, disse que o acordo vai começar a ser colocado em prática no dia 23 de janeiro. Inicialmente, os refugiados serão encaminhados para dois campos, mas há planos para construção de outros espaços para acolher aqueles que estão retornando. "Os dois campos receberão 300 (pessoas) por dia e cerca de 1,5 mil por semana na fase inicial. Vamos avaliar a quantidade de refugiados com base no progresso do trabalho, no seu devido tempo", disse o secretário.

O governo de Bangladesh queria, por sua vez, repatriar os rohingyas mais rápido. Segundo o secretário de Relações Exteriores do país, Shahidul Haque, a ideia era levar de volta 15 mil por semana: "Nos comprometemos a começar enviando 300 pessoas por dia, mas haverá uma revisão (do acordo) em três meses e o número aumentará".

Entre o povo rohingya há a presença de alguns cristãos ex-muçulmanos. Ore por eles, para que coloquem a esperança no Senhor. Clame por segurança e para que o processo de repatriação seja conduzido da melhor forma para o benefício deles. (Essa notícia continua amanhã).

Fonte: BBC

Leia mais:
Mais de 58 mil rohingyas fogem para Bangladesh
Equipe leva ajuda aos refugiados rohingya em Bangladesh


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE