Seis líderes cristãos presos por evangelizar

Eles foram soltos após pagar fiança e devolver Mp3s com material bíblico em áudio que tinham distribuído

| 15/03/2018 - 00:00

Anunciar o nome de Jesus é crime nesse país (Foto representativa por razões de segurança)

Anunciar o nome de Jesus é crime nesse país (Foto representativa por razões de segurança)


Seis líderes cristãos foram detidos no final de dezembro de 2017 por evangelizar e mostrar o filme Jesus no vilarejo de Daeng*, na província de Vientiane, no Laos. Eles também distribuíram 15 Mp3s com material bíblico em áudio. Essas atividades foram organizadas como parte da programação de Natal de uma igreja local. Cinco pastores são da etnia hmong e um da khmu.

Um dos presos foi Chai*. Ele não apresentou às autoridades do vilarejo o documento da organização das igrejas registradas que o permitia realizar as atividades no Natal, por isso foi preso. Nas duas primeiras semanas na prisão, a família de Chai não foi autorizada a visitá-lo. Para ser libertos, os líderes tiveram que pagar cerca de 500 dólares cada (1600 reais aproximadamente) e devolver os Mp3s distribuídos. Agora todos já foram libertados da prisão.

Agradeça a Deus pela libertação dos seis líderes e pela provisão para pagar a fiança. Ore por essa igreja, para que continue sendo usada poderosamente pelo Senhor e não se deixe intimidar. Peça que eles encontrem formas criativas de compartilhar o evangelho. O Laos ocupa a 20ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2018 e nossos irmãos precisam de nossas orações para continuar firmes servindo a Deus.

*Nomes alterados por segurança.

Leia também
Conheça a história de Beun, um evangelista do Laos
Quando Deus é tudo o que você tem


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE