Terremoto atingiu muitos cristãos e colaboradores da Portas Abertas

| 28/10/2015 - 00:00


28_Golfo_0260007790

Há muitas equipes da Portas Abertas espalhadas pelo mundo, e aquelas que estão próximas da região do Golfo de Omã, perto do Paquistão e do Afeganistão, sofreram com um terremoto da magnitude de 7,8, de acordo com a escala Richter.

Tremores também foram sentidos nos Emirados Árabes Unidos e a comunicação foi interrompida. Faltou sinal de internet e as linhas telefônicas não funcionaram durante um período. Um dos analistas de perseguição disse que ficou muito assustado: “A princípio eu pensei que eram extremistas chegando, porque o som era muito parecido quando os estrondos começaram e as paredes começaram a cair”, relatou.

Segundo a imprensa internacional, houve muitos danos, mais de 200 pessoas morreram, mais de 1.600 ficaram feridas, e o número de vítimas pode aumentar. Além disso, o número de casas que acabaram destruídas ou seriamente danificadas chega a 3.060, sendo a província de Khyber Pakhtunkhwa a área mais atingida com 2.097, seguida das áreas tribais com 737.

Os analistas da Portas Abertas pedem orações a todos os feridos e desabrigados e às famílias das vítimas, em especial àqueles que perderam suas crianças no terremoto, para que tenham forças para retomarem suas vidas, apesar de tudo. “Para onde olhamos há destruição e pessoas feridas, precisamos das suas orações. Estamos assustados, mas nossa fé não foi abalada”, conclui o analista.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE