Trabalhadores imigrantes evangelizam os árabes

| 05/11/2015 - 00:00


5_SaudiArabia_0260008478

Embora seja estritamente proibido igrejas na Arábia Saudita e, conforme as leis do país, ser cristão é um crime punível de morte, Deus continua a abençoar o corpo de Cristo naquela nação. Embora o país seja fechado para o cristianismo, os caminhos estão abertos para que os árabes conheçam a Jesus, através dos trabalhadores imigrantes.

Os dois indianos Jaywant* e Prabhakara* são prova viva disso. Eles mostram como a obra de Deus continua, mesmo sob a extrema pressão do governo árabe. A Arábia Saudita é considerada o coração do islã e a casa de Meca, que é a cidade mais sagrada para os muçulmanos. Todos os 19 milhões de cidadãos sauditas são considerados muçulmanos por lei. No entanto, há vários cristãos secretos atuando no país, e correndo risco de vida. Cerca de 1 milhão dos 8 milhões de trabalhadores imigrantes na Arábia Saudita são considerados cristãos. Muitos deles são das Filipinas, Índia e países africanos como a Etiópia e a Eritreia. Eles têm que se reunir em segredo e não podem evangelizar publicamente.

Mesmo assim, eles conseguem compartilhar o amor de Cristo e tocar a vida das pessoas de maneira milagrosa. ""Através de um aconselhamento cristão eu consegui deixar os vícios, terminei um relacionamento extraconjugal e pedi perdão à minha esposa que está na Índia. Eu tive minha vida restaurada e agora sigo Jesus"", conta Jaywant.

Prabhakara chegou na Arábia Saudita já conhecedor do cristianismo: ""Eu abandonei Jesus quando ainda era adolescente, mas quando cheguei nesse país, tive a chance da reconciliação com meu Salvador. Quando oraram por mim, eu chorei muito, e continuei chorando a noite toda. No outro dia eu decidi servir a Deus com toda minha alma e com todo meu coração. Eu nunca mais sairei dos caminhos de Deus novamente"", conclui o indiano, que teve sua fé fortalecida.

*Os nomes foram alterados por motivos de segurança.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE