Um testemunho que vai impactar sua vida

| 21/03/2017 - 00:00


09-correspondente-internacional-esther

“Nosso país é comunista e esse tipo de governo nunca quer que a igreja cresça, por isso, eles tentam controlar os fiéis e a opressão vem de muitas maneiras”, conta Esther. Segundo a cristã perseguida, os fiéis permanecem firmes apesar das dificuldades e os encontros acontecem em pequenos grupos, organizados domesticamente para que a “igreja” não seja identificada pelas autoridades. Essa é uma forma de proteção que a Igreja Perseguida utiliza para não correr riscos no Vietnã.

“Adorar ao Senhor e nos manter unidos para estudar sua palavra fazem parte das nossas necessidades diárias. Assim como precisamos comer e beber para alimentar nosso corpo físico, necessitamos nos alimentar espiritualmente também, para tomar fôlego e seguir em frente. Com a ajuda do Espírito Santo sempre nos encontramos. Não é fácil, pois pagamos um preço por sermos cristãos, mas estamos firmes”, disse.

Esther conta que tinha apenas 15 anos quando o comunismo chegou em seu país, o que afetou consideravelmente a questão da liberdade religiosa. “A perseguição fez a igreja acordar, pois quando somos perseguidos compreendemos que a palavra de Deus é a nossa força, nossa arma contra o mal e nossa fonte de sabedoria. Não temam as perseguições porque Deus tem um plano para sua igreja, mesmo em meio a grandes provas. Deus tem sua forma de purificar a cada um de nós antes do fim”, conclui.

A cristã estará no Brasil entre os dias 24 de abril a 8 de maio, em Fortaleza e Maceió. Se você quer ouvir o testemunho dela em sua igreja, ainda dá tempo de reservar uma data. Entre em contato pelo e-mail semfonteiras@portasabertas.org.br ou pelo telefone (11) 2348 3330. 

Leia também
Você quer receber uma cristã perseguida em sua igreja?


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE