Websites cristãos são fechados na China

Apenas a menção à palavra evangelho é suficiente para que sites sejam tirados do ar

| 18/05/2022 - 08:00

Novo regulamento chinês limita atividades cristãs na web

Novo regulamento chinês limita atividades cristãs na web


Um site cristão chinês bastante conhecido foi forçado a fechar seguindo a implementação do novo regulamento da internet do começo deste ano. Depois de mais de 20 anos online, o website Jona Home fechou em 12 de abril, deixando para trás uma página web estática com um aviso: “O desaparecimento deste site é apenas o desaparecimento de um website, não significa nada em especial. Esse link não pode mais ser aberto, não há nada além disso. Não fique preocupado. Apenas siga em frente”.

As novas medidas para a administração de serviços de informação religiosa na internet, que entraram em vigor em 1º de março, exigem que os usuários de internet que quiserem postar conteúdos religiosos obtenham permissão. A licença está disponível apenas para as cinco instituições religiosas aprovadas pelo Estado, como a igreja Three Self Patriotic Movement. Aqueles que não obedecem recebem uma advertência.

Um website cristão que compartilha notícias, artigos e devocionais, na China, foi bloqueado por dez dias no último mês. Os administradores do site foram orientados a alinhar o conteúdo com as novas regras. Os artigos 15º e 16º proíbem a pregação religiosa individual ou de organizações, treinamentos religiosos, posts ou repostagem de sermões e pregações sobre as Escrituras. Também não permitem conduzir atividades religiosas, postar na internet lives, textos, imagens e vídeos de rituais religiosos, incluindo ceias, cultos, queima de incenso, unção de monges, louvores, missas e batismos.

Restrições às atividades cristãs na internet

Algumas contas do WeChat, o aplicativo mais conhecido na China, e o aplicativo da Bíblia foram fechadas nos últimos anos. Aparentemente, apenas a menção à palavra evangelho (fuyn, em chinês) é suficiente para soar o alarme.

"Uma conta oficial contendo a palavra evangelho foi bloqueada permanentemente em 18 de abril. A equipe operacional, então, registrou outra conta que logo se tornou anônima. Nenhuma conta relacionada ao cristianismo pode ser encontrada na barra de pesquisa do WeChat”, de acordo com o China Christian Daily, um site de notícias cristãs.

Os níveis de controle crescente na internet em combinação com o aumento da vigilância física são abrangentes. Cristãos podem acessar a internet, mas sempre precisam ser cuidadosos no que fazem e com quem se encontram. Para cristãos, o espaço da internet se tornou mais restrito do que para a maioria dos cidadãos, já que eles são vistos como parte da influência do Ocidente. Há dois anos, a China voltou a ocupar o topo da Lista Mundial da Perseguição, na 17ª posição.

Acesso às Escrituras

Na China, as atividades religiosas são proibidas ou muito restritas pelo controle estatal. Com uma doação você ajuda cristãos chineses ex-budistas a terem acesso à Bíblia e apoia a formação de líderes.




Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE