Sul da Ásia

Permita que cristãos sejam treinados para enfrentar a perseguição

Sul da Ásia
Muitos cristãos no Sul da Ásia são perseguidos pelo Estado, enfrentando pressão das autoridades locais ou até mesmo sendo presos. Por isso, é tão importante que eles conheçam seus direitos como cidadãos. Com uma doação de R$ 99,95, você proporciona que cristãos perseguidos no Sul da Ásia recebam treinamento para enfrentar a perseguição.

A perseguição no Sul da Ásia

Quando a perseguição ocorre por parte do Estado, até mesmo leis são utilizadas para atingir os cristãos. No Laos, um dos cinco países comunistas que restam no mundo, o governo se opõe a qualquer influência considerada estrangeira ou ocidental. Já Índia, Nepal, Mianmar e Butão possuem leis que regulam a conversão religiosa, proibindo que a maioria religiosa se converta a uma religião minoritária, geralmente o cristianismo. As chamadas leis anticonversão utilizam termos como “indução”, “à força” e “meios fraudulentos” para alegar que as pessoas se converteram ao cristianismo porque foram obrigadas ou receberam um benefício.

Na Índia, onze dos 28 estados possuem esse tipo de lei. Nesses, qualquer mudança de religião deve ser informada às autoridades. No Nepal, apesar de a Constituição de 2007 declarar o país um estado laico, considera a conversão ilegal, sendo que a mesma se enquadra no código penal. Já em Mianmar, os cristãos são afetados pelo fato de ser necessário um processo administrativo para a conversão e a notificação de diversas autoridades.

No Butão, cláusulas anticonversão foram inseridas no código penal em 2011, o que permite que autoridades e líderes locais utilizem isso para pressionar convertidos. Além disso, oficiais do governo fazem todo o possível para preservar a herança budista no país. A realidade não é muito diferente no Laos. Lá, oficiais são conhecidos por forçar cristãos a renunciarem à fé e líderes das vilas convocam autoridades para prenderem cristãos.

Conheça Samir Shrestha

Recentemente, parceiros da Portas Abertas conduziram o treinamento que prepara cristãos para a perseguição no Nepal. Nele, os participantes se uniram em oração e aprenderam como sobreviver à perseguição.

Na ocasião, eles tiveram um panorama das tendências e níveis da perseguição no país. Muitos testemunharam que o treinamento os encorajou a permanecerem firmes frente à perseguição. Eles também foram encorajados a orar por outros cristãos perseguidos e aprenderam sobre seus direitos como cidadãos.

Samir Shrestha (pseudônimo), um dos participantes, compartilha sobre sua experiência: “Eu tive a oportunidade de participar do treinamento de preparação para perseguição e isso foi muito útil para mim. Nós aprendemos sobre direitos legais e que é importante ter esse conhecimento, principalmente para nos defender contra discriminações e injustiças. Sou muito grato aos parceiros da Portas Abertas por conduzirem esse treinamento”.

Ao doar para qualquer projeto, você se torna um parceiro e recebe de presente a assinatura da Revista Portas Abertas, com validade de um ano.

Caso o valor arrecadado ultrapasse o orçamento do projeto, as doações serão utilizadas em outras necessidades do campo.

R$
INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE