Burkina Faso

Cuidados pós-trauma e ajuda emergencial

Burkina Faso
Os cristãos que vivem em países do Oeste Africano estão vulneráveis à ação de diversos grupos radicais islâmicos. Muitos são vítimas de ataques ou passam por situações traumáticas. Eles precisam de apoio para saber como lidar com isso. Com uma doação de R$ 99,95, você oferece ajuda emergencial e cuidados pós-trauma para cristãos deslocados em Burkina Faso.

A perseguição no Oeste Africano

Armas têm sido forjadas contra a igreja no Oeste Africano, sejam armas físicas ou situações que colocam em risco a vida de cristãos locais. Eles enfrentam diversos desafios por causa da fé em Cristo, como discriminação por parte do governo ou marginalização social.
A violência direcionada e contínua resulta em cristãos mortos, feridos física e mentalmente, ataques a casas e lojas de cristãos, sequestros, violência sexual, casamentos forçados, prisões sem julgamento e ataques a igrejas. Muitas vezes, isso resulta em aldeias cristãs inteiras fugindo em busca de um local para sobreviver. Com isso, se tornam deslocados dentro do próprio país, vivendo em campos de refugiados.

Conheça Martine

Em 2019, homens armados invadiram a igreja de Martine após o culto. Algumas pessoas conversavam do lado de fora quando os responsáveis pelo ataque reuniram todos. “Eles pegaram as Bíblias, o púlpito, colocaram tudo junto e atearam fogo. Então colocaram todos para a frente da igreja e levaram os homens para trás. Lá, os fizeram deitar e atiraram neles”, ela conta.

O resto da congregação ouviu apenas o barulho dos disparos. O pastor, que era pai adotivo de Martine, e cinco membros da igreja foram mortos. Em um dia, Martine perdeu pai, marido, irmão e cunhado. Após o ocorrido, Martine precisou deixar a região. Por meio da generosidade dos parceiros, a Portas Abertas ofereceu ajuda emergencial a ela e a outros cristãos deslocados. Mais de duas mil famílias foram beneficiadas com o auxílio.

Além disso, ela também recebeu cuidados pós-trauma. “Os ensinamentos me fortaleceram desde o primeiro dia. Eles ensinaram como um coração ferido se comporta e como as feridas podem ser curadas. Quando o professor explicou isso, meu coração se revigorou. Ao ser curada, a alegria apareceu. Agradeço a todos que decidiram cuidar dos que passam por esse tipo de problema. Que o Senhor os abençoe e que nunca se arrependam do trabalho que fazem”, compartilha.

Ao doar para qualquer projeto, você se torna um parceiro e recebe de presente a assinatura da Revista Portas Abertas, com validade de um ano.

Caso o valor arrecadado ultrapasse o orçamento do projeto, as doações serão utilizadas em outras necessidades do campo.

R$
INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE