Embaixador afegão diz que lei islâmica não será contraditória no país