A situação da Igreja na Nigéria após ataque de 4 de novembro