Cristão, condenado injustamente, perde a guarda dos filhos e seus bens