No Quirguistão, o futuro é incerto para os cristãos