“Depois de dez anos, posso expressar a minha fé abertamente”