5 motivos para clamar pelos Emirados Árabes Unidos

Os seguidores de Cristo são proibidos de disseminar a fé e enfrentam perseguição

Localizado na Península Arábica, no Oriente Médio, o território dos Emirados Árabes Unidos é composto por sete monarquias, sendo Abu Dhabi, Dubai, Xarja, Ajmã, Umm al- Quwain, Ras al-Khaimah e Fujeira. A federação ocupa o 47º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2020 como um país onde ser cristão é desafiador, devido a perseguição velada.

No dia 2 de dezembro, comemorou-se 50 anos que os principados se tornaram independentes. E, embora sejam um excelente exemplo de economia desenvolvida os cidadãos dos Emirados Árabes Unidos são obrigados a se silenciar quando o assunto é religião e liberdade de expressão. Apesar dos estrangeiros poderem frequentar as igrejas, o evangelismo é proibido e a conversão de muçulmanos a Jesus também.

Confira 5 motivos para clamar pelos Emirados Árabes: