A busca de uma mulher por esperança no deserto

Cristã de origem muçulmana conta sua saga em busca de Deus no Oriente Médio

| 06/03/2023 - 08:00

Nadia vivia em um deserto físico e espiritual

Nadia vivia em um deserto físico e espiritual


Nascer como mulher em um país do Oriente Médio é estar envolto por grandes desertos físicos e espirituais. Nadia (pseudônimo) sentia-se árida e sem vida, as dúvidas sobre Deus e o islamismo permeavam seus pensamentos.

Aos sete anos, Nadia expôs suas dúvidas sobre um assunto religioso na escola e a professora comunicou sua mãe sobre o fato, ao invés de encorajá-la a pensar ou estudar sobre o assunto. “Lembro de minha mãe me dizendo: Não faça perguntas, apenas faça o que você tem que fazer, apenas termine a escola”, testemunhou.

Mesmo que a muçulmana não expressasse suas questões, elas eram cada vez mais comuns e abriu portas para que procurasse respostas no ocultismo. “Precisamos entender que a cultura do Oriente Médio está repleta de todo tipo de coisas místicas. Quer se trate de demonologia, magia ou leituras de tarô”, explica.

De acordo com Nadia, o mundo espiritual é tratado no Alcorão e muitos líderes religiosos utilizam desse tema para provocar medo e controlar as pessoas. Esse mecanismo não funcionou com a muçulmana, na verdade, a instigou procurar respostas em livros, documentários, viagens e conversas com pessoas de diferentes religiões.

Mas essa busca por algo maior diferente do islã teve consequências para Nadia. Ela foi isolada pela família e ficou meses sem falar com os pais, isso mostrou que essas novas crenças não foram capaz de preenchê-la. “Senti que não havia esperança, e já fazia cerca de um ano que eu estava com muita raiva de Deus e simplesmente parei de falar com ele.”

Nadia se sentia perdida, mas Jesus estava a poucos centímetros de achá-la e envolvê-la com seu amor incondicional e leal. Ela tinha alguns parentes que eram cristãos e já tinha ouvido falar de Cristo quando era criança. Porém, ela não teve curiosidade em saber mais sobre esse homem.

[Essa história continua.]

Apoie cristãs no Oriente Médio

Assim como Nadia, outras mulheres de origem muçulmana vivem longas jornadas em busca da verdade. Apoie-as com discipulado, para que descubram quem é Deus e vivam como filhas amadas dele. 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco