A dificuldade em entender o que ser cristão significa

Na Líbia, os novos convertidos por conta do isolamento não podem compartilhar sobre suas experiências com outros

| 04/10/2018 - 00:00

Cultos domésticos não são uma realidade para os cristãos líbios

Cultos domésticos não são uma realidade para os cristãos líbios


Depois de algum tempo, podendo chegar a anos, a tendência normal de todo cristão isolado é tentar se conectar com outros cristãos. Na região da Líbia, uma rede de acompanhamento ajuda novos irmãos a continuarem suas vidas com Jesus. Algumas mulheres conseguiram entrar em contato com outros por telefone. Finalmente podiam fazer todas as perguntas que ainda tinham, como: “Como eu vivo como uma cristã? Com que frequência preciso orar e como devo fazer isso? Como funciona o jejum? O que é um casamento cristão?” Muitos não entendem completamente o que ser um cristão realmente significa. Eles aceitam a Jesus, têm experiências com ele, mas não podem compartilhar sobre isso com outros. Assim que começam a fazer as coisas diferentes das outras pessoas ao redor, arranjam problemas.

Todos tentam se manter discretos. Procuram na internet possibilidades de se conectar com outros cristãos. Mas assim que alguém descobrir sobre sua fé, os problemas e as perseguições começam. Na Líbia, há exemplos de jovens que foram pegos na escola. Eles são vistos como um escândalo para a família, são agredidos e algumas vezes entregues para alguém da milícia, para que possam ser “reeducados”. Outros ficam presos em casa.

A vida de um novo cristão na Líbia significa solidão, apesar disso, muitos têm uma estratégia para sobreviver. Alguns recebem apoio por meio de canais de televisão cristãos, onde existem equipes de acompanhamento e discipulado. Quando realmente necessário, eles podem ficar em uma casa segura. “Aqueles que me conhecem, não podem descobrir sobre minha nova fé”, pensam.

Muitas vezes um cristão isolado permanece isolado, especialmente quando falamos da Líbia. Em outros países do Norte da África é mais fácil para novos seguidores de Jesus se conectarem com outros cristãos. Na Líbia, eles precisam ser muito cuidadosos. Não confiam facilmente em ninguém, eles têm sempre a consciência de que alguma coisa terrível pode acontecer.

Uma jornada compartilhada
Treinar e discipular novos cristãos é uma forma de prepará-los para fazer o mesmo no futuro. A jovem igreja da África precisa que esse ciclo funcione para que a igreja cresça. A sua doação permite que um novo líder seja formado. Contribua e faça você também parte dessa jornada.

Pedidos de oração

  • Ore pelos novos convertidos na Líbia, que eles possam encontrar formas para esclarecer suas dúvidas e outros cristãos para ajudá-los em sua caminhada.
  • Peça ao Senhor que restaure sua confiança, que possam ter discernimento com relação às pessoas que procuram.
  • Apresente os líderes das igrejas, que eles tenham estratégias para chegar aos novos convertidos e caminhar com eles.

Leia também
Quando falar de Jesus se torna um problema
Capital da Líbia em meio ao fogo cruzado
Migrantes africanos são mortos na Líbia


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE