Apresente em oração protestos contra os cristãos na Índia

Membros de grupos extremistas vão às ruas amanhã

| 17/09/2021 - 17:00

Os extremistas permitirão ser presos para lotar as prisões como forma de provocar as autoridades (foto representativa)

Os extremistas permitirão ser presos para lotar as prisões como forma de provocar as autoridades (foto representativa)


No dia 5 de setembro, uma igreja em Purani Basti, em Raipur, na Índia, foi invadida por um grupo de extremistas hindus, incluindo membros do Partido do Povo Indiano (BJP, da sigla em hindi) e outros grupos extremistas hindus. Os extremistas, um grupo composto por cerca de 60 pessoas, acusaram os pastores de converter pessoas ao cristianismo. 

 
Depois disso, o pastor da igreja, Harish Sahu, dois outros pastores e alguns fiéis foram levados para a delegacia, onde foram agredidos com sapatos pelos extremistas. Após esse incidente, dois acusados foram presos. Em resposta a essa ação, o BJP tem exigido a prisão dos pastores e cristãos, mas o governo de Chattisgarh não prendeu nenhum seguidor de Cristo até agora. 

 
Isso irritou os extremistas e, em 9 de setembro, uma multidão tentou cercar a delegacia de polícia para protestar contra as prisões. Os manifestantes voluntariamente foram presos a fim de preencher as celas. Na Índia, essa tática é comum e usada de forma pacífica para protestar contra as autoridades. 

 
Pelo menos 100 membros do BJP planejam ser presos e preencher as salas das prisões amanhã, 18 de setembro. Eles pretendem usar a mesma tápica de serem presos para lotar a prisão, como maneira de provocar as autoridades. No dia 18 de setembro, eles realizarão um comício em 70 alas de Raipu. As alas são uma divisão administrativa da cidade que normalmente elege e é representada por um vereador. 

 

Mais protestos

Até 8 de outubro de 2021, Bajrang Dal, outro partido extremista, decidiu protestar contra a prisão dos membros extremistas. Desde o mês passado, o BJP vem realizando manifestações constantes em diferentes partes de Chattisgarh focadas nos cristãos. Em cada manifestação eles gritam slogans anticristãos e fazem longos discursos de ódio contra os seguidores de Cristo. Cada manifestação tem participação de pelo menos 200 a 250 pessoas. 

 
Todos os dias esses grupos extremistas também estão organizando protestos em diferentes locais importantes do estado. Eles culpam o atual governo por proteger as atividades de conversão e eles querem ações rigorosas contra os cristãos. Os ataques não estão mais isolados, acontecem abertamente, e os criminosos não temem mais nenhuma ação contra eles. Há uma semana, uma multidão de mais de 100 pessoas supostamente agrediu outro líder cristão. Kawalsingh Paraste, de 25 anos, estava em sua casa no distrito de Kabirdham e eles o acusaram de converter pessoas ao cristianismo.  

 
Pedidos de oração 

  • Apresente em oração os protestos que acontecerão nesse final de semana na Índia e clame para que Deus esteja à frente da situação e projeta seus filhos. 
  • Peça por sabedoria para as autoridades saberem lidar com as ações dos grupos extremistas e para que os jihadistas conheçam a palavra do Senhor e testemunhem das boas obras. 
  • Interceda pelos cristãos do país, para que Cristo esteja com eles e os mantenha firmes na fé, mesmo diante da perseguição que enfrentam. 

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE