Como é ser uma criança cristã perseguida?

No mês do Natal, veja como essa ocasião pode representar um renovo para as crianças da Igreja Perseguida

A Revista Portas Abertas de dezembro tem como foco as crianças da Igreja Perseguida. Como a perseguição se manifesta para elas? Como elas lidam com a perseguição em diferentes contextos? O que a Portas Abertas tem feito para alcançar os pequenos cristãos perseguidos?

Essas são algumas das perguntas que são respondidas conforme você conhece crianças como Daniela e Sebastián, que perderam o pai, pastor Plínio, morto por guerrilheiros na Colômbia. Você também conhecerá a pequena Bijli, de Bangladesh, que enfrenta perseguição na escola pelo fato de a família ser uma das poucas cristãs do vilarejo.

Tanto a família de Bijli como a de Daniela participaram de celebrações de Natal, preparadas pela equipe local da Portas Abertas em seus respectivos países, que foi um bálsamo para elas, sobretudo para as crianças. Assim como elas foram assistidas de modo especial por meio do apoio de parceiros locais, Timóteo e Abnober, dois jovens colombianos, também foram acolhidos no Abrigo Lar Cristão, onde tiveram a vida transformada.

No Projeto do Mês, você verá como sua contribuição pode levar esperança e transformar a vida de muitos outros jovens e crianças na Colômbia, filhos de cristãos perseguidos. Além disso, você poderá ser desafiado com a reflexão no Devocional.

Na revista, você se informa do que acontece em vários países presentes na Lista Mundial da Perseguição 2021, como o Tajiquistão, onde crianças são proibidas de participar de qualquer atividade religiosa. Além de informação, o Vamos Orar traz também pedidos diários de oração pela Igreja Perseguida.

Receba a Revista Portas Abertas

Ao assinar a Revista Portas Abertas, você a recebe em casa por 12 meses e pode se envolver ainda mais com a causa dos cristãos perseguidos. Você pode fazer parte do que Deus está fazendo na igreja global e ser um com a parte do corpo que enfrenta perseguição por amor a ele. Conheça também nossa campanha do mês, de assistência integral a crianças perseguidas na Colômbia, e faça a diferença na vida dos pequeninos.