Como os cristãos ex-muçulmanos criam os filhos?

É um grande desafio para os pais criarem os filhos em ambiente islâmico, por isso, os filhos precisam ver Jesus na vida deles

| 07/07/2020 - 06:00

Em países de maioria islâmica, muitos pais criam os filhos sem ter o privilégio de poder levá-los à igreja

Em países de maioria islâmica, muitos pais criam os filhos sem ter o privilégio de poder levá-los à igreja


Criar filhos é o trabalho mais difícil que existe, pode-se dizer. Não há privilégio maior do que criar a próxima geração, outro acrescentaria. Quem tem filhos ou trabalha com crianças concorda: criar filhos é uma árdua tarefa. Isso é verdade no Brasil, Reino Unido ou Estados Unidos, mas também é verdade no Oriente Médio e Norte da África.

Na maioria dos casos, a família, a vila ou a comunidade pressionam o pai, a mãe e os filhos, sendo esse o principal problema relatado por pais cristãos da região, pois vivem em um ambiente predominantemente muçulmano. Nos países do Norte da África e da Península Arábica, existe apenas a nova expressão da igreja: a igreja de cristãos ex-muçulmanos. Em vários países, esses convertidos são vistos como infiéis por abandonar o islã e só podem se reunir em segredo.

Nesses países, os cristãos constituem apenas uma minoria insignificante. Em alguns deles, como Marrocos e Tunísia, os governos começaram recentemente a admitir a existência dos cristãos. Mas, de acordo com os governos e a sociedade de outros países, como Arábia Saudita, Omã e Líbia, não há nativos que seguem Jesus.

Pelo exemplo de vida, não apenas por palavras

Lina*, uma viúva síria que se tornou cristã diz: "Eu não contei a ninguém sobre minha conversão, mas todo mundo percebeu minhas visitas frequentes à igreja". Como uma cristã ex-muçulmana, ela não podia falar abertamente sobre a fé, mas todos os seus vizinhos e amigos na cidade sabiam que ela havia entregado a vida a Jesus. Isso também vale para suas duas filhas, Rasha* e Rahaf*.

Sob o ponto de vista de Lina, as meninas simplesmente cresceram com uma mãe que se tornou uma seguidora de Jesus. "Elas viram meu relacionamento com a Bíblia Sagrada, com a oração e com a igreja", afirma. As meninas, hoje adolescentes, também se tornaram cristãs. Isso sublinha a verdade de uma citação de James Baldwin: "As crianças nunca foram muito boas em ouvir os mais velhos, mas nunca deixaram de imitá-los".

“Os pais cristãos da Península Arábica hesitam em compartilhar a fé com os filhos. Eles temem que a criança cantarole uma música ou diga palavras ou expressões cristãs aprendidas com os pais. Essas coisas podem ser ouvidas pelos professores das crianças ou por alguém da comunidade e levar a perguntas e à descoberta da fé dos pais", diz Chuck*, que coordena o trabalho da Portas Abertas na região.

Na Península Arábica, os pais muçulmanos não conversam com os filhos sobre fé até os sete anos de idade; portanto, os pais cristãos seguem o mesmo costume cultural, diz Chuck. 

Como os cristãos têm que viver a fé em segredo, esses pais só conseguem encontrar modelos na internet. Mas, geralmente, eles só se deparam com igrejas tradicionais que não ensinam aos pais muito a respeito de criar filhos cristãos, pois a própria igreja cuida disso. Outra coisa cultural na região é que as pessoas vivem em famílias maiores - avós, tios e tias todos vivendo no mesmo lugar - e, portanto, a família em geral está envolvida na criação dos filhos.

*Nomes alterados por segurança.

DIP 2020

O Domingo da Igreja Perseguida será uma oportunidade imperdível de orar especificamente e como um só corpo no Brasil pelos cristãos ex-muçulmanos. Eles enfrentam muitos desafios, como a criação dos filhos em um ambiente islâmico, por isso, precisam de apoio. Juntos, podemos nos posicionar ao lado deles em orações e ações. Inscreva sua igreja no DIP, que será em 13 de setembro, e faça a diferença na vida de nossos irmãos!

 


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco