Como vivem os cristãos no Irã

| 18/03/2017 - 00:00


18-ira-mulheres-com-pes-na-agua

O Irã atualmente ocupa o 8º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição, subindo uma posição em relação ao ano passado. O extremismo islâmico, como em diversos países que professam o islã como religião oficial do Estado, tem sido a maior fonte de violência contra a igreja no país. A pressão começa do governo, que se esforça para erradicar o cristianismo nessa nação, a fim de privilegiar os muçulmanos. Se posicionar pelo cristianismo, portanto, é uma atitude considerada ousada e desrespeitosa aos olhos das autoridades. O número de cristãos presos aumenta a cada dia.

O cristianismo também é considerado uma influência ocidental condenável e uma ameaça constante à identidade islâmica da República. Mas a pressão também vem de outras esferas da vida dos iranianos, na sociedade, no local de trabalho, nas escolas e faculdades e até mesmo dentro da própria casa. Funcionários públicos são os principais propulsores do mecanismo de perseguição, principalmente contra aqueles que abandonam o islã. Após tantas prisões, pode-se perceber como os métodos de interrogatório usados são hostis e, muitas vezes, abusivos. Os prisioneiros, inclusive os cristãos, foram privados de cuidados de saúde adequados, como modo de puni-los e humilhá-los ou de forçar suas confissões.

Muitas vezes, os cristãos presos só podem ser libertados depois de pagar uma fiança elevada. O monitoramento sobre as igrejas é intenso. Há diversos casos de líderes que foram presos e que são verdadeiras testemunhas do sacrifício que uma pessoa deve fazer para seguir a Cristo no Irã. Mas eles também são grandes exemplos para a igreja no mundo inteiro. Veja o caso do pastor Behnam Irani que esteve preso durante seis anos e que ao ser libertado, recentemente, declarou: “O Senhor esteve comigo todos os dias. A vida na prisão não é fácil, mas ser preso por Jesus foi para mim um presente. Ele me deu oportunidades de compartilhar seu amor por lá, nos lugares mais escuros e sombrios”, conclui. 

Leia também
Recuperando 6 anos de abraços perdidos
Segunda audiência de Yousef Nadarkhani e outros três cristãos
Como as famílias de presos pela fé reagem
Mais de 70 líderes cristãos continuam presos no Irã


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE