Compartilhando o amor de Deus no Oriente Médio

| 03/05/2017 - 00:00


03-oriente-medio-homen-lendo-biblia

Falar do amor de Cristo entre os muçulmanos, e ainda em países fechados para o evangelho, pode ser uma tarefa solitária e perigosa, mas muito compensadora, garante o líder cristão Rashad*, que atua em um dos países do Oriente Médio, que não será identificado por razões de segurança. Ele tem sido um testemunho vivo do amor de Deus, desde que declarou: “Senhor, eu tenho um coração voltado para os muçulmanos, por favor, traga-os para mim”.

Isso aconteceu há 10 anos, quando Rashad orou pedindo a Deus para usar sua vida. Ele conta que a resposta foi rápida e que, em apenas dois dias, um novo convertido bateu em sua porta e pediu oração por um amigo muçulmano, que aceitou a Cristo em seguida. Foi assim que seu ministério começou. “Um dia, uma voz em minha mente perguntou: por que você quer que os muçulmanos venham até você? Por que você não vai até eles?”. Desde então, essa mesma voz o tem inspirado a viajar por todo o país.

Entre aldeias e comunidades remotas, Rashad tem compartilhado o amor de Deus por onde passa. Segundo ele, a maioria desses lugares são alheios ao evangelho. “Menos de 3% das pessoas desta nação são cristãs e a maioria vive em grandes cidades. Há muitas áreas rurais por aqui que estão completamente isoladas e ainda não ouviram falar do nome de Cristo”, disse o líder, que pede orações por sua segurança e para que seja capaz de continuar esse trabalho.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também
Cristãos perseguidos recebem apoio no Oriente Médio
“Dá para entender por que tantos muçulmanos estão se convertendo”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE