Conversão de coragem

| 10/12/2015 - 00:00


10-Mianmar-0310105021

Hannah* era uma seguidora do budismo, a religião que prevalece em Mianmar, com cerca de 80% de adeptos de toda a população. Antes de se converter ao cristianismo, ela era uma mulher como as outras de sua comunidade, com seus brincos de ouro e suas bochechas pintadas de bege, uma maquiagem típica das birmanesas, feita com pó de uma árvore chamada tanaka.

Ao amanhecer, ela era a primeira a estar na cozinha a fim de preparar as refeições dos monges, depois banhava a estátua de Buda, ofertava alimentos nos templos, meditava e memorizava as orações budistas. Essa era a sua rotina.

Hoje, porém, ela é uma mulher transformada, até mesmo em sua aparência. As pessoas dizem que ela irradia o amor de Cristo. ""Quando ela se senta no chão com os irmãos, para cantar, sua voz se destaca entre os ‘glórias e aleluias’ ao nosso Deus, enquanto o líder da igreja toca o violão. Ela levanta as mãos para o céu e contagia a todos com a sua fé"", comenta um dos analistas da Portas Abertas.

""Nada foi fácil para mim quando decidi aceitar a Jesus como salvador, eu fui agredida pela minha própria mãe, durante vários anos e, muitas vezes, fui para a igreja machucada, mas sempre voltava para casa com o espírito restaurado e com uma felicidade tão grande que fui capaz de suportar todo o sofrimento. Eu jamais desistiria do meu Jesus. Continuarei firme, até o fim e vou continuar orando para que minha família se converta também"", conclui Hannah.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE