Crianças cingalesas enfrentam perseguição religiosa

| 03/08/2016 - 00:00


Sri+Lanka_2015_0310105250.jpg

No Sri Lanka, relatórios atuais mostram que até mesmo as crianças estão enfrentando a perseguição religiosa, mas de forma diferente dos adultos. Nas áreas rurais, por exemplo, as crianças cristãs são obrigadas a observar os rituais budistas nas escolas. Caso alguma se negue, então é imediatamente punida. Houve até mesmo casos em que crianças foram multadas. Mas a hostilidade aos pequenos que são de famílias cristãs, não é novidade no país. De acordo com Rina*, de 21 anos, filha de um líder cristão, em seus tempos de escola as coisas já eram difíceis.

""Quando eu estava na 5ª série, lembro que um tsunami atingiu o país e cerca de 30 mil pessoas morreram. Eu estudava em Hambantota e até hoje me lembro dos escombros, do caos e das lágrimas das pessoas que se sentiram perdidas. Lembro também que uma professora veio até mim e disse que eu tinha culpa por aquela catástrofe. Os cristãos eram vistos como uma maldição e as pessoas diziam que Deus estava punindo o Sri Lanka por causa da presença dos cristãos naquelas terras. Aquela professora me odiava, mas eu orei pela vida dela, apesar de ter me sentido muito só e mal por saber que a igreja era vista daquela forma em meu próprio país"", conta Rina.

A família dela não foi atingida pelo tsunami, mas dois de seus colegas de classe perderam tudo. Os pais de Rina ajudaram essas famílias da forma como puderam. Um tempo depois, a mesma professora que havia amaldiçoado os cristãos, pediu uma lista com os nomes das pessoas que ajudaram os meninos e com as especificações do que lhes deram. Na lista de Rina constavam roupas, sapatos, mochilas, artigos escolares, entre outras coisas. Quando a professora examinou a lista, seus lábios se curvaram em um pequeno sorriso para Rina. ""Eu pensei comigo ‘ela deve ter achado a minha lista divertida’. Dias depois tivemos uma conversa e eu perguntei como uma aluna da 5ª série poderia ter causado um tsunami. Percebi que minha professora reconheceu que os cristãos não são más pessoas e nem amaldiçoados"", conta ela. Assim como Rina, as crianças cristãs dos dias de hoje também enfrentam vários desafios em sala de aula. Professores e alunos ainda os hostilizam e os ridicularizam na frente de todos. Em suas orações, apresente eles.

*Nome alterado por motivos de segurança.

Leia também
Crianças cristãs estão abandonadas
Quando Deus tem um chamado


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE