Crianças também são perseguidas?

Entenda como os pequenos que vivem em países da Ásia Central sentem o peso da perseguição por serem cristãos

| 06/12/2021 - 08:00

Um dos grandes objetivos da perseguição às crianças cristãs é impedir que a próxima geração se mantenha fiel a Jesus

Um dos grandes objetivos da perseguição às crianças cristãs é impedir que a próxima geração se mantenha fiel a Jesus


A Revista Portas Abertas de dezembro apresenta o contexto da perseguição experimentada por crianças cristãos em países da Ásia Central. Neste mês, completa-se 30 anos do colapso da União Soviética, o que transformou as antigas repúblicas em países independentes.

Entre os testemunhos está a história da filha de um pastor secreto na região que abriu a porta para um policial quando estava sozinha em casa. O que a menina não sabia é que o homem estava ali para prender seu pai. Ao compartilhar uma refeição com o policial, a menina ora e o chama de “homem bom”, o que mexe com ele. Depois que o pastor chega à casa, o policial pergunta sobre a fé cristã e se converte.


Mas nem tudo sempre dá certo. Como um exemplo negativo do resultado da perseguição às crianças, temos a história de um menino cristão que em seu primeiro dia de aula leva flores para entregar ao diretor da escola. Porém, na cerimônia de recepção dos alunos, ele e sua família são expostos como traídores do país pelo simples fato de serem cristãos.


Presentes de Natal para crianças

No projeto do mês, é apresentado um projeto que realiza eventos de Natal e Ano Novo no mês de dezembro em países da Ásia Central. Neles, o evangelho é pregado por meio de apresentações de rua e depois são distribuídos brinquedos para as crianças e cestas básicas para as famílias mais pobres. Sua doação permite que ainda mais crianças sejam alcançadas.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE