Cristão continua desempregado após ser liberado da prisão

| 19/09/2017 - 00:00


Quirguistao-cristao-continua-desempregado-apos-ser-libertado-da-prisao

O líder cristão Miran*, do Quirguistão, ficou preso durante seis meses, e depois passou outros seis meses sob prisão domiciliar por uma falsa acusação contra uma menina em fase escolar. Como havia provas de sua inocência, foi justificado e liberado.

 

Mesmo em liberdade, nosso irmão ainda precisa muito de nossas orações, pois ele não consegue achar emprego em sua cidade. A Portas Abertas o ajuda temporariamente com sua sobrevivência, mas ele gostaria de trabalhar e assim poder sustentar a família. Ele segue com seu ministério.

 

Miran é muito grato por nossas orações, apoio e palavras de encorajamento. Essa é sua palavra para todos os irmãos e irmãs: “Eu agradeço a Deus que me guiou durante todo este tempo, e a todos vocês por suas sinceras palavras, orações e apoio. Vocês me ajudam a ter coragem e a ser forte em Cristo. Obrigado”. Continue a orar por ele!

 

*Nome alterado por motivo de segurança.

 

Leia mais

Cristão perseguido ainda pede orações

Cristão ficou preso por falsa acusação


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE