Cristão passa noite amarrado em floresta em Mianmar

O seguidor de Jesus tem enfrentado intensa pressão após a conversão dele e dos familiares

Htun Htun* era um seguidor da fé budista e vivia em uma aldeia em que todos tinham a mesma fé em Mianmar. Mas quando ele e a família decidiram seguir Jesus, os parentes e a comunidade passaram a persegui-los. Os cristãos são pressionados para abandonar a fé e são acusados de trair a etnia à qual pertencem. Por causa das ameaças sofridas, Htun Htun e a família tiveram que se mudar para um novo lugar.

Porém, a família cristã não foi bem recebida, foi ameaçada e pressionada por conta da fé em Cristo. O chefe da aldeia e os vizinhos decidiram que não querem que Htun Htun e os familiares permaneçam no povoado. Então, eles tomaram uma medida drástica para convencer o cristão a deixar a fé: levaram Htun Htun para a selva, o algemaram e o deixaram preso no local por uma noite inteira. Além disso, o chefe da aldeia o ameaçou e exigiu que deixassem a comunidade se continuassem seguindo Jesus. Na manhã seguinte o cristão foi libertado, mas as ameaças têm preocupado toda a família cristã.

O pastor T, que é parceiro da Portas Abertas no país, tem ajudado e encorajado Htun Htun e os familiares a enfrentar a perseguição. Toda a família também tem recebido ajuda para suprir as necessidades básicas e alimentícias durante esse período de perseguição.

*Nome alterado por segurança. 

Transforme a vida de cristãos ex-budistas

As famílias cristãs em países budistas na Ásia enfrentam pressão da comunidade para abandonarem a fé em Jesus, além de lidar com a falta de recursos básicos para sobrevivência. Através de sua doação, você auxilia um cristão ex-budista a receber capacitação para geração de renda durante dois meses. Faça a diferença na vida desses irmãos!

Pedidos de oração