Cristãos sofrem severas punições e detenções no Irã

| 29/09/2014 - 00:00


29_Iran_SITE.jpg

Há uma crescente preocupação relacionada às graves acusações levantadas contra os líderes de igrejas no Irã. Em 3 de agosto, o líder da denominação Igreja do Irã, Abdolreza (Matthias) Haghnejad, foi acusado de moharebeh – inimizade contra Deus – um crime que pode levar à pena de morte. Ele já foi acusado de Mofsed-e-filarz – que traduzido significa algo como ""espalhar a corrupção na Terra"". Esta acusação também leva à sentença de morte.

Outros dois membros da Igreja do Irã relataram terem sido recentemente acusados de Mofsed -e-filarz: Behnam Irani, que está cumprindo uma pena de seis anos por ""ação contra o Estado e contra a ordem"", que também enfrenta outras 18 acusações; e Reza (Silas) Rabbani, preso em 5 de maio de 2014, que tem sofrido abuso físico nas mãos dos agentes de segurança.

A acusação de Mosfed-e-filarz tem sido aplicada em uma ampla gama de expressões de dissidência política ou religiosa e leva à sentença de morte.

Pedidos de oração

  • Ore para que todos os presos, por causa da fé no Senhor Jesus, reconheçam a presença e o sustento de Deus.
  • Interceda para que as famílias dos que estão presos conheçam a graça, o fortalecimento e apoio do Senhor.

Leia também
Hoje o pastor Saeed Abedini completa dois anos de prisão
Pastor Behnam Irani enfrenta 18 novas acusações
Sete cristãos são presos em Isfahan e Teerã


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE