Discipulando cristãos ex-muçulmanos

A igreja de ex-muçulmanos na China precisa de discipulado e de nossas orações para enfrentar a perseguição

| 04/01/2018 - 00:00

O ensino da Bíblia tem sido motivo de perseguição por parte do governo local (Foto ilustrativa)

O ensino da Bíblia tem sido motivo de perseguição por parte do governo local (Foto ilustrativa)


Grace é líder de uma rede de igrejas de cristãos ex-muçulmanos na China e compartilha alguns dos desafios em realizar cultos nessas comunidades, onde os cristãos vivem sob extrema pressão e temem perder seus empregos ou outras liberdades. Victor, por sua vez, é um pastor da etnia han há quase nove anos. Desde que estava no seminário, ele sentiu o chamado para ser um discipulador. Quando se casou com uma cristã ex-muçulmana, ele pôde ver de perto a pressão a que esses irmãos são submetidos quando se convertem. Então ele sentiu a direção de Deus para ajudá-los, mas não sabia como.

O governo local publicou regulamentos com punições que vão de prisão a perda de emprego por atividades religiosas ilegais. Tais regulações são mais severas para os cristãos ex-muçulmanos, enquanto os chineses han (etnia majoritária da China) desfrutam de mais liberdade. Sem estabilidade espiritual diante desse ambiente hostil, as igrejas de ex-muçulmanos estavam se enfraquecendo – o que preocupa líderes como Grace. Ela teme também pelas futuras gerações, pois acha que podem se esquecer de Jesus se não frequentarem a igreja com seus pais, pois a influência da propaganda comunista é muito forte nas escolas dos pequenos vilarejos, mais do que nas grandes cidades.

Pequenos grupos e discipulado individual

O pastor Victor tem experiência em discipulado em pequenos grupos. Então a Portas Abertas organizou um programa de mentoreamento para Grace e outro líder de sua igreja com o pastor Victor. Pequenos grupos e discipulado individual se adequam bem à realidade de vigilância sob a qual vivem os cristãos ex-muçulmanos. A igreja de Victor é formada por pequenos grupos. Após três dias de treinamento, Grace estava convencida de que um discipulado eficiente era o que a igreja precisava para ser fortalecida para enfrentar a pressão.

Grace ficou muito agradecida com a vinda do pastor Victor para dar o treinamento e o convidou para voltar. Ele ficou tocado com a realidade dos irmãos ex-muçulmanos. Ele disse: “É verdade que, como discípulos de Jesus, todos temos que enfrentar perseguição, mas como vamos responder a ela é uma escolha”. Grace começou a discipular um pequeno grupo e também a fazer discipulados individuais. Ela agradece àqueles que oram por ela: “Obrigada por me fazer sentir que nunca estou sozinha aqui”.

Pedidos de oração:

  • Ore pelas igrejas de ex-muçulmanos na China. Que os líderes sejam capacitados para encorajar os cristãos a ficar firmes e perseverar em seguir a Cristo, apesar da pressão.
  • Peça para que, seguindo o exemplo do pastor Victor, mais líderes han se envolvam com os cristãos ex-muçulmanos, ajudando-os a fortalecer sua fé.
  • Interceda pelos perseguidores, que eles tenham os olhos abertos para o verdadeiro amor de Deus.

Leia mais:
Pastor da etnia han visita cristãos ex-muçulmanos

Leia também:
Governo impede celebrações natalinas
Partido Comunista oferece ajuda mediante “conversão”


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2022 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE