Encontro de líderes cristãos é impedido por autoridades no Vietnã

Apesar das dificuldades encontradas, participantes conseguiram de formas alternativas tratar sobre os assuntos definidos

| 22/01/2023 - 08:00

O presidente da Aliança de Igrejas no Vietnã foi interrogado por dois policiais

O presidente da Aliança de Igrejas no Vietnã foi interrogado por dois policiais


Um importante encontro nacional de líderes de igrejas de todo o Vietnã foi interrompido à força. Em novembro de 2022, oficiais da polícia local realizaram ameaças e intimidações aos cristãos que se reuniam na parte central do país. “Quando os líderes das igrejas chegaram ao hotel, havia diversos oficiais da polícia no hotel vindos de diferentes delegacias, todos esperando na frente do local”, contou Joshua (pseudônimo), parceiro local da Portas Abertas.


Esse foi o primeiro encontro realizado desde que a Aliança Nacional de Igrejas foi formada, há quatro anos. A Aliança é composta por diferentes denominações cristãs, igrejas e organizações que visam uma igreja vietnamita unida. Na agenda do evento estava a avaliação do trabalho já realizado e o planejamento para os próximos anos.


Joshua acrescentou que antes da chegada dos participantes, autoridades locais ligaram para a gerente do hotel e a avisaram para não permitir o encontro, já que não tinham emitido nenhuma permissão para isso. O coordenador do encontro, que estava em contato com o hotel, acalmou a equipe assustada e garantiu que seria responsável por tudo caso algo acontecesse.


Novas oportunidades

No primeiro dia do encontro, três policiais foram ao restaurante do hotel e fizeram vídeos do local onde os participantes, principalmente líderes de igrejas, almoçavam. Quando o encontro estava para começar, o chefe do Departamento de Segurança local e seu assistente também chegaram ao hotel e chamaram o presidente da Aliança para uma conversa em uma sala de reunião. Era como se soubessem tudo que ia acontecer, mesmo os líderes sendo cuidadosos ao se comunicar uns com os outros antes da reunião.


“O chefe do Departamento de Segurança fez perguntas ao presidente, que as respondeu calmamente. Também pediu que ele assinasse um documento que declarava: Nós não permitimos nenhum encontro ou reunião que fale sobre religião neste lugar”, compartilhou Joshua. O presidente assinou o documento já que não poderiam ficar ali caso se negasse.


Depois disso, cinco policiais permaneceram o tempo todo na recepção. Outras autoridades também reservaram quartos no hotel. Qualquer movimento dos participantes era monitorado e relatado ao chefe. Como os pastores e líderes de igrejas atuam na função há muitos anos, alguns têm de 60 a 70 anos enquanto o mais novo tem 45 anos, já experimentaram estar dentro e fora da prisão. Por isso, não entraram em pânico, pelo contrário, usaram esse tempo como uma oportunidade para se aproximar das autoridades e falar com elas sobre a fé.


Novas estratégias

Como não podiam mais usar o hotel para o encontro, os líderes entraram em contato com um pastor local cuja igreja é registrada pelo governo. Porém, no caminho, havia policiais na frente e atrás do ônibus. Joshua compartilhou: “Quando estávamos na igreja, o pastor local recebeu ligações do Departamento de Segurança da cidade. Eles queriam que partíssemos imediatamente”.


Por causa disso, se reuniram apenas por duas horas e voltaram para o hotel. No dia seguinte, os cristãos se dividiram em pequenos grupos e conversaram nos quartos do hotel para evitar os policias que estavam no hotel. Depois, foram para outra igreja, a cerca de 40 quilômetros da cidade, para finalizar as discussões. Entretanto, quando estavam na igreja, o pastor recebeu uma ligação de uma autoridade local.


“O pastor foi ameaçado. Eles disseram que podíamos apenas visitar a igreja, mas não fazer nada além disso. Se qualquer coisa acontecesse, o pastor seria responsável por isso”, compartilhou Joshua. Os líderes saíram imediatamente e discutiram no ônibus. No dia seguinte, se encontraram em um prédio perto do hotel. Os participantes foram ao local um por vez e de direções diferentes para que a polícia perdesse o rastro deles.


“Nós pudemos conversar sobre a missão para todo o país. Embora ninguém tenha sido preso, alguns estavam realmente desapontados por ainda nos dias atuais e com a idade que estão, terem a liberdade de religião restringida por autoridades policiais”, disse Joshua.


Pedidos de oração

  • Ore para que as autoridades locais não impeçam as igrejas de se reunir.
  • Clame pela segurança e proteção dos líderes de igrejas no Vietnã.
  • Peça pela implementação bem-sucedida dos planos que foram discutidos pelos líderes de igrejas nesse encontro.

Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Facebook
Instagram
Twitter
YouTube

© 2023 Todos os direitos reservados

Home
Lista mundial
Doe
Fale conosco