Escolas cristãs reivindicam melhores condições

| 03/10/2015 - 00:00


29_Israel_0430102224

Escolas cristãs de Jerusalém então em greve desde o dia 1º de setembro, para protestar contra os pesados ??cortes orçamentais que enfrentaram ao longo dos últimos anos. As negociações entre os representantes de escolas e funcionários do governo não foram suficientes para resolver o problema. Dirigentes escolares exigem subsídios iguais aos das escolas judaicas.

As 47 escolas primárias e secundárias cristãs em Israel, afiliadas às igrejas, são frequentadas por cerca de 33 mil alunos, na sua maioria cristãos de ascendência árabe. Algumas famílias muçulmanas também enviam seus filhos a essas escolas, já que a média das notas dos alunos está acima da média do país.

O Ministério da Educação posicionou as escolas cristãs na categoria de ""reconhecida, mas não oficial"". Fontes locais dizem que o ministério reduziu os subsídios de 34% do total dos custos operacionais, há dois anos, para 29%. Os pais pagam agora cerca de 5 mil shekels israelenses (cerca de 1.300 dólares) por ano. Discute-se a possibilidade de que a categoria seja alterada para ""escola pública cristã"", e dessa forma, as escolas poderiam rever o financiamento integral, mas também perderiam a sua identidade, já que o Estado poderia interferir na contratação de professores e diretores.

Além disso, as escolas que estão instaladas nas igrejas, teriam seus espaços utilizados para o público em geral, nas férias ou nos períodos vagos. Em Nazaré, há 13 mil alunos de escolas cristãs, mas o município não tem lugar para eles e, segundo os diretores, os pais não pretendem matriculá-los em escolas públicas. O motivo é óbvio: ""Além de aprenderem todo o conteúdo das escolas públicas, eles aprender a valorizar a identidade cristã e fortalecem a representatividade de Deus nessas terras"", explica Bader Mansour, diretor de desenvolvimento da Associação das Igrejas Cristãs em Israel.


Sobre nós

Uma organização cristã internacional que atua em mais de 60 países apoiando os cristãos perseguidos por sua fé em Jesus.

Instagram

© 2021 Todos os direitos reservados

INÍCIO
LISTA MUNDIAL
DOE